top of page
  • Foto do escritorMarcelo Dutra da Silva

FUNDOS GLOBAIS DE INVESTIMENTOS ALERTAM O BRASIL QUANTO AO DESMATAMENTO

Atualizado: 24 de set. de 2020

O fracasso do governo brasileiro em proteger as florestas pode comprometer a captação de investimentos internacionais. Ou revemos nossa política de desmatamento e violação de direitos indígenas ou vamos perder. Investidores institucionais que administram cerca de US$ 4 trilhões em ativos alertam o Brasil sobre condutas que atentam contra os chamados padrões ambientais, sociais e de governança, na sigla em inglês ESG (Environmental, Social and Governance), termo que sintetiza critérios de conduta e melhores práticas do grande capital.

Foto: AFP/Arquivos


Liderados pela Storebrand, da Noruega, 29 fundos do mundo inteiro solicitaram chamadas de vídeo com autoridades no Brasil para discutir o assunto. Destacaram, em carta aberta enviada às embaixadas brasileiras na Europa, Japão e EUA, preocupação com a proposta do governo para legalizar a ocupação privada de terras públicas, principalmente concentradas na Amazônia. Os investidores alertam que tal medida levaria a mais desmatamento, o que “comprometeria a sobrevivência da Amazônia”.

No comunicado, Jan Erik Saugestad, diretor-presidente da Storebrand Asset Management, disse que o desmatamento e suas consequências “têm potencial de impactar negativamente os retornos de longo prazo”. Também, que “o risco inerente de operar em um país politicamente instável ou em um país que negligencia o clima e o meio ambiente faz parte da análise ESG.” E que, se o Brasil prosseguir com a proposta, empresas associadas a este modelo de política “poderão perder acesso ao mercado internacional de capitais” e os títulos soberanos brasileiros “considerados de alto risco.” Com certeza não desejamos isso.

Por outro lado, é evidente que os Fundos desejam continuar investindo no Brasil. Mas é bom considerarmos o alerta. Desenvolvimento econômico e a proteção do meio ambiente não precisam ser mutuamente exclusivos. E esta é mais uma demonstração do quanto estamos caminhando na direção errada. O descuido com o meio ambiente e questões sociais, incluindo políticas de proteção do direito de povos tradicionais, pode ter forte impacto na economia do país.

Outro alerta que merece consideração, é a carta assinada por 29 deputados do Parlamento Europeu, enviada na quinta-feira da semana passada (18), ao Presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM/RJ), manifestando preocupação com a escalada de medidas com potencial de pôr em risco o meio ambiente no Brasil.

Portanto, não há mais espaço para comportamentos erráticos e defesas infames, como a do ministro do meio Ambiente, Ricardo Salles, que sugeriu ao Governo aproveitar este momento de atenção à pandemia para modificar as leis ambientais (passar a boiada). Não dá, o mundo está de olho e podemos colher um prejuízo incalculável.

-----------------------

Publicação original

Artigos do PSB/RS (24/06/20)

1 visualização0 comentário

Comments


bottom of page